Facebook Instagram
47 3357 8300

Conheça alguns benefícios dos controles de qualidade em peças fundidas

A Fundição OMIL atende aos mais rigorosos padrões de qualidade, comov a Norma Internacional Directive CE e a ISO 9001:2015

A produção de peças fundidas vai muito além das etapas de construção. Para garantir um produto confiável e com garantia, é necessário que a peça passe por diversos controles de qualidade.

Para que isso seja possível, a OMIL conta hoje com dois importantes controles de qualidade:  a norma ISO 9001:2015 e a Norma Internacional Directive CE.

As duas são normas de gestão criadas para determinar padrões de qualidade na fabricação ou construção de uma peça e para conseguir as certificações de reconhecimento internacional, auditorias são realizadas para identificar a qualidade em todo processo da fundição.

Os benefícios de seguir controles de qualidade são inúmeros, não somente para os clientes, como também para o próprio desenvolvimento da empresa. Ao seguir os requisitos exigidos, a empresa passa a ter maior organização interna, melhor desempenho do negócio e também da área comercial (já que alavanca a reputação da marca), economia e redução do desperdício, aumento da satisfação dos clientes e maior controle do negócio pela direção.

A OMIL possui o próprio laboratório, completo e equipado possuindo aparelhos para análise metalográfica, análise de areias, durômetro, metalografia e técnicos em metalurgia capacitados para garantir a eficiência dos processos e qualidade do produto. Cada material produzido é documentado, registrado e certificado.

A empresa ainda oferece o sistema automatizado de moldagem em areia verde (Euromac), que possui capacidade produtiva de 65 moldes/hora e garante um ótimo acabamento e qualidade nas peças produzidas.

A Fundição OMIL pensa em qualidade como uma soma de fatores e por isso investe cada vez mais em melhorias dentro da empresa. Todo o processo de fundição é submetido a rigorosos controles de qualidade, que vão desde a análise com espectrômetro até os testes laboratoriais dos produtos finais.

Fotos

← Voltar para o blog
Topo
Carregando