Facebook Instagram
47 3357 8300

Conheça alguns tipos de madeiras e a aplicação delas na indústria

Das mais macias às mais resistentes, as madeiras do Brasil podem ser utilizadas na construção civil e na fabricação de móveis, possuindo as particularidades de cada região

Uma das características fortes do Brasil, é de ainda possuir uma extensão grande de mata, seja nativa ou de reflorestamento. No país, há variedade de árvores distribuídas nas mais diversas regiões e isso impacta diretamente na economia do país, já que diversos empregos diretos e indiretos, são formados a partir das indústrias madeireiras, serrarias e beneficiamento de madeira.

Para mostrar um pouco mais desta extensão, nós da Máquinas OMIL, vamos te mostrar algumas das árvores mais comuns de nosso país, em que regiões elas mais se desenvolvem, um pouco sobre as características e também para que fim estas madeiras podem ser utilizadas:

Eucalipto: É uma madeira proveniente de reflorestamento e pode ser produzida em todas as regiões do Brasil. Muito utilizado em serrarias, o eucalipto possui boas características para aplainar, lixar, realizar a furação e o acabamento. O uso geralmente é para a construção civil na fabricação de postes, cruzetas, dormentes, mourões, vigas, caibros, assoalhos, tábuas e também é muito utilizado na fabricação de móveis.  

Pinus: Considerada uma madeira fácil de trabalhar e tratar, o pinus é simples para desdobrar, aplainar, desenrolar, lixar, tornear, furar, fixar e colar e permite bom acabamento. É muito aplicado na construção civil na produção de ripas, partes secundárias de estruturas, cordões, guarnições, rodapés, forros, lambris, pontaletes, andaimes e formas para concreto. Ele é muito utilizado também na fabricação de móveis standard e partes internas de móveis. É proveniente de reflorestamento e pode ser encontrado nas regiões Sul e Sudeste do Brasil.

Cedro: É utilizado principalmente na confecção de compensados, contraplacados, esculturas e obras de talha, modelos e molduras, em esquadrias, marcenaria, construção civil, naval e aeronáutica, confecção de pequenas caixas, lápis e instrumentos musicais. A árvore do cedro é largamente empregada no paisagismo de parques e grandes jardins. Pode ser proveniente de reflorestamento e é encontrada nas regiões Sul e Sudeste, em florestas abertas e campos com um clima quente e úmido.

Imbuia: É uma das espécies mais procuradas do setor moveleiro por ter uniformidade da superfície. Também é muito utilizada em tacos, esquadrias, lambris, contraplacados, laminados e carpintaria, bem como para obras expostas, como dormentes, pontes e moirões. Este tipo de árvore pode ser encontrado somente no Sul no Brasil, nos três estados: Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Jatobá: Encontrada em todas as regiões do Brasil, o Jatobá é uma madeira fácil de trabalhar por ter condições de ser facilmente aplainada, colada, parafusada e pregada. No acabamento, a madeira aceita pintura, verniz e lustre. É empregada na construção civil, em vigas, caibros, ripas, acabamentos internos, marcos de portas, tacos e tábuas para assoalhos, janelas e batentes, rodapés, painéis, forros e lambris e escadas e ainda pode ser utilizada na fabricação de móveis finos.

Mogno: É uma madeira fácil de ser trabalhada, tem superfície lisa e é ideal para empresas que necessitem manusear a madeira com máquinas. Por ter alta densidade, é indicada para mobiliário de luxo, painéis, esquadrias, laminados, acabamentos internos em construção civil, como guarnições, venezianas, rodapés, molduras e assoalhos, entre outros. É uma madeira mais comum de ser encontrada nos estados do Acre, Amazonas, Mato Grosso, Pará e Rondônia.

Angelim: Encontrada nas regiões Norte e Centro Oeste, nos Estados do Amazonas, Pará, Acre, Amapá, Rondônia, Roraima e Mato Grosso, a madeira de Angelim é mais pesada e usada com mais frequência na construção civil, em dormentes ferroviários, estacas, vigas, andaimes, escoramento, fôrmas para concreto, lâminas decorativas, embarcações, portas, venezianas, forros, lambris, pontes, postes e obras portuárias, como píer de atracação.

Estes são alguns dos inúmeros tipos de madeira que podem ser encontrados no Brasil e das áreas que podem ser aplicados. No entanto, seja qual for o tipo de madeira e também o beneficiamento que ela terá de receber, nós da Máquinas OMIL podemos te ajudar!

Nós oferecemos várias opções em plainas, que podem ser utilizadas desde as madeiras macias até as mais duras, em escalas de pequenas e grandes produções. Além disso, fornecemos os alimentadores, que eliminam o uso de mão de obra e facilitam a produção, e as serras múltiplas, que realizam o corte preciso na madeira.

Entre em contato conosco, conheça os nossos produtos e faça um orçamento! Facilite a produção da sua empresa com a Máquinas OMIL!

REFERÊNCIAS

REMADE. Revista da Madeira. Disponível em: https://bit.ly/2K4H0NI. Acesso em: 25/07/2019.

TUACASA. Tipos de madeira. Disponível em: https://bit.ly/32Iu6h0. Acesso em: 25/07/2019.

Fotos

Tags

← Voltar para o blog
Topo
Carregando