Facebook Instagram
47 3357 8300

Manejo florestal ajuda na sustentabilidade do planeta

O primeiro passo para aderir ao manejo em florestas naturais, é criar um Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS), que vai garantir a exploração sustentável das madeiras

Já abordamos em alguns textos sobre o crescimento da exportação de madeira e também dos trabalhos que envolvem esta matéria-prima. No entanto, é necessário ter conhecimento que se tratando de extração de árvores naturais para estes serviços, é preciso aderir a um manejo florestal sustentável, respeitando os mecanismos de sustentação do ecossistema. 

Para considerar um manejo adequado, a exploração florestal somente pode ter como fonte de matéria-prima legal, as florestas exploradas sob regime sustentável, e para isso, é necessário elaborar um Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS).  

De acordo com o Instituto Florestal Tropical, “o manejo florestal pode ser definido com o uso de práticas de planejamento e princípios de conservação que visam garantir que uma determinada floresta seja capaz de suprir, de forma contínua, um determinado produto ou serviço”.  Portanto, é necessário ter um planejamento para que o manejo se torne sustentável. 

No planejamento, é necessário ter conhecimento do que, onde, quanto e como será explorado. Além disso, é preciso saber sobre o ciclo de corte, que é o período de tempo que deve ser aguardado após a primeira exploração.  Na exploração de florestas de reflorestamento, por exemplo, uma nova exploração é realizada toda vez que uma espécie passa a ser interessante de ser comercializada. Já no manejo de florestas naturais isto não pode acontecer, pois essa extração indevida implica diretamente no ciclo de corte, que deve ser respeitado de acordo com os anos previstos no planejamento.  

Além disso, também é necessário ficar atento à quantidade de metros cúbicos de madeira que podem ser explorados em cada hectare.  Quanto maior a intensidade, maior deve ser o ciclo de corte, para que a floresta tenha tempo necessário de se recuperar até a próxima exploração. Outro conceito importante a ser seguido é o diâmetro mínimo de corte, diferente também da exploração convencional (reflorestamento) no qual não é necessário seguir esta regra.   

Seguindo o planejamento para um manejo florestal correto, você terá os benefícios de ter uma extração considerada legal e livre de multas; ajudar a manter a sustentabilidade do planeta; reduzir os impactos da exploração indevida; permitir a produção contínua; e ter possibilidade de certificação ambiental. 

A Máquinas OMIL apoia o manejo florestal correto e produz equipamentos para o beneficiamento da madeira, após a exploração sustentável. Acesse o site e confira a variedade de máquinas que a OMIL tem a oferecer ou entre em contato e fale com um dos representantes! 

 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

 INSTITUTO FLORESTAL TROPICAL. Manejo Florestal e Exploração de Impacto Reduzido em Florestas Naturais de Produção da Amazônia. Disponível em: https://bit.ly/2YQkNMU. Acesso em: 07 de agosto de 2019. 

SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO. Manejo Florestal. Disponível em: https://bit.ly/2J2cm8X. Acesso em: 07 de agosto de 2019. 

Fotos

Tags

← Voltar para o blog
Topo
Carregando